Resenha: Delírio





Livro: Delírio
Autora: Laurem Oliver
Editora: Intrísica
Sinopse: Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.



 Primeiramente, quero falar sobre a capa (amo capas de livro!): a cor é maravilhosa e usar as letras como mask para usar a foto da autora, foi bem legal!

 Bom, sobre o livro, declaro que ele me prendeu do início ao fim! 
 Essa história de amor ser uma doença...nossa! Foi muito bem criada e abordada com riqueza de detalhe, fazendo o leitor entender bem e ser envolvido por tudo.


 Fiquei me imaginando na pele de Lena, uma personagem que era cheia de medos, que vivia sobre as regras o tempo todo e repentinamente é "infectada" pelo amor, o amor em forma de Alex (Apaixonei-me por Alex! (que meu marido não leia isso). Confesso que tive pena dele muitas vezes, queria pegar no colo! E em outras, de ser Lena e dar muitos beijos nesse fofo! (marido não leia aqui, também!)
Fiquei muito agoniada com as indecisões e medos de Lena, dela não tomar a decisão certa,  de fazer Alex sofrer por isso, e dela também acabar fazendo com que esse amor não passasse de uma lembrança sem graça, depois da cura.

Para finalizar, digo que em Delírio, você se envolve com os conflitos dos personagens, torce muito para que tudo dê certo para eles, o coração acelera com a ansiedade e termina de queixo caído, não acreditando com o desfecho!
O melhor é que temos Pandemônio para saber o que acontece depois!!!







Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário