Semana Especial de Natal | Resenha - Deixe a Neve Cair


Título: Deixe a Neve Cair
Autores: John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
Páginas: 335
Editora: Rocco
Classificação: ♥ ♥ ♥
Sinopse: Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para insuspeitos encontros românticos. Em Deixe a neve cair, bem-sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. Comédia romântica com a assinatura de um dos maiores bestsellers da atualidade, o livro é o presente de Natal perfeito para os fãs de John Green e de histórias de amor e aventura.


 Deixe a neve cair é apresentado em três contos, um de cada autor. O primeiro, de Maureen Johnson, chama-se O Expresso Jubileu. Neste conto temos Jubileu, protagonista que tem esse nome por causa de uma coleção de bonequinhos dos seus pais. Em plena véspera de Natal, Jubileu recebe a notícia de que seus pais se meteram em uma grande confusão na loja da Flobie (loja que vende os bonequinhos, rsrsrs). Para não passar a noite de Natal sozinha, Jubileu parte em um trem para ir à cidade em que seus avós moram. Mas, no meio do caminho, o trem fica preso devido uma grande nevasca, na cidade de Gracetown, onde todos os contos se passam. Ela decide deixar o trem, e ir até a cidade para comer algo e é na lanchonete que conhece outras pessoas. Uma dessas pessoas, vai fazer ela enxergar que seu relacionamento com Noah, seu namorado, não é uma relação tão perfeita.

Recebi o nome em homenagem ao prédio n°4 da Cidade do Papai Noel Flobie, o Salão Jubileu. O Salão Jubileu é o maior prédio da coleção. É o lugar central onde os presentes são feitos e embrulhados.
 
 O segundo conto, o de John Green, chama-se O milagre da Torcida de Natal. Tobin, JP e Duke combinam de passar toda a véspera de Natal assistindo uma maratona de filmes de James Bond, quando recebem um telefonema de um amigo informando que na lanchonete que ele trabalha, está cheia de líderes de torcida (que também estavam no trem preso pela nevasca). Eles, então, desistem da maratona e partem até a loja, encarando muita neve e outros contratempos.

--Eu sempre tive a opinião de que não se deve nunca desistir de um meio feliz na esperança de um final feliz, porque não existem finais felizes. Sabe o que quero dizer? Há tanto a perder.
 No último conto, de Lauren Myracle, que é O Santo Padroeiro dos Porcos, temos Addie que se encontra numa grande depressão pós término de namoro. De coração partido, achando que o ex não quer mais saber dela de jeito nenhum, Addie se vê numa missão para provar que não é uma pessoa que só pensa em si: buscar o mini porco de sua amiga Tegan numa loja. Nessa busca, tem uma grande aprendizagem.

No quarto, fechei os olhos com força, pois era muito difícil essa lembrança. Muito difícil, muito dolorosa, muito como perder um pedaço de mim, o que, na verdade, tinha acontecido.
 
 Bem pessoal, sabem o que é inegável nesse livro? Os contos foram interligados de maneira muito inteligente. No último conto vemos que os personagens já tiveram algum tipo de relação.

 Bons contos, histórias divertidas, são sim. Mas nada de espetacular. O bacana é que em todos os contos temos aquela sensação que o Natal é uma época mágica e que a alegria, o amor e a esperança estão sempre presentes. Que mesmo em situações mais tristes e desanimadoras, temos que acreditar que algo bom ainda estar por vir. E vai acontecer!!

 Enfim, o livro tem uma pegada leve e sutil. Acredito que o grande charme deste livro é ser ambientado no Natal. Uma ótima pedida para ler nessa época do ano que estamos. Ele não entrou pra minha lista de livros favoritos, mas é sim uma leitura agradável e que deixou a sensação de que a esperança por coisas boas deve estar sempre presente em nós.

 Feliz Natal e um ano maravilhoso com ótimas leituras!!!!
 Beijo e até a próxima!


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

5 comentários

Clique aqui para comentários
24/12/2015 15:35 × Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Val
admin
26/12/2015 21:41 ×

Eu só li Cidades de Papel do John Green, e esperava mais, achei o final decepcionante, agora comprei quem é você Alaska, mas ainda nem tirei do plástico. Por algum motivo, eu simpatizo com ele, preciso ler mais livros dele! rsrs Bjo

Responder
avatar
29/12/2015 08:02 × Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Carol Gama
admin
29/12/2015 08:34 × Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Carol Gama
admin
29/12/2015 08:35 ×

Do John só li "A Culpa é das Estrelas", mas estou curiosa com o livro! Sua resenha ficou linda e bem escrita, me deixou ansiosa. Parece ser muito bom. Beijos!

Responder
avatar

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário