Resenha | Meu Querido Meio Irmão



Livro: Meu Querido Meio Irmão
Autor (a): Penelope Ward
Páginas: 264
Editora: Pandorga
Classificação:
Sinopse: Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta. Quando meu meio-irmão, Elec, se mudou para nossa casa, eu não estava preparada para lidar com um cara tão idiota. Odiei o fato de ele ter descontado sua raiva em mim porque não queria estar aqui. Odiei ele ter trazido garotas da escola para seu quarto. Mas o que mais odiei foi o modo indesejável que meu corpo reagia a ele.
A princípio, pensei que tudo o que ele tinha a seu favor era o corpo musculoso e tatuado e o rosto perfeito. Mas as coisas começaram a mudar entre nós, e tudo teve um desfecho em uma noite inesquecível. No entanto, do mesmo modo que Elec entrou na minha vida, logo voltou para a Califórnia. Passaram-se anos desde a última vez que o vi. Quando a tragédia atingiu nossa família, tive que encará-lo novamente. E, diabos, o adolescente que me deixou louca se tornou o homem que destruiu o resto de sanidade que havia em mim. Senti que meu coração estava prestes a ser partido. De novo.

“Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta.”

Confesso que bastou essa frase para despertar a minha curiosidade por este livro. Essa curiosidade não é algo normal em mim quando se trata de literatura Hot! Vocês estão lendo uma mulher que nunca gostou de um livro erótico ou hot! Cenas sensuais sim, romances baseados nelas não! Vou me explicar, protagonistas de romances não são feitos para serem realistas, eu sei disso, eu gosto disso, é por isso que leio romances! Mas eles têm de ter um mínimo de realismo para serem verossímeis. Ao menos para me causar aquele calor, eu preciso ver o personagem, e o que eu sempre vi (imaginei) era uma escritora, sexualmente frustrada, solitária, escrevendo suas fantasias que nunca se realizariam na frente de um notebook. Claro que isso é só a imagem que se formava na minha cabeça e não a biografia de nenhuma delas.

Até conhecer Penelope Ward!


Eu vi Greta e Elec, eu senti os desejos deles, eu ouvi suas vozes e acreditei nelas! Tanto na fase adolescente, quanto na fase adulta, eles são muito bem escritos, os diálogos são ótimos e os pensamentos... bem, digamos que a gente raciocina mesmo desse jeito! Rsrs. Esse é o ponto forte do livro, Penelope nos fala como aquela nossa amiga confidenciando seus segredos, ou como você escreveria um diário, não tem enfeites e nem firulas literárias, não tem preocupação em ficar romântico ou poético, não quer impressionar, apenas uma narrativa simples que nos leva a uma explosão de emoções. Ri, chorei de tristeza e de alegria, senti calor e no final me emocionei de verdade.

Poucos livros me prenderam do início ao fim assim, eu li em menos de 24hs, comecei as 21 hs de um dia e só parei as 6 da manhã!

Penelope Ward está entre os autores best sellers da USA Today, Wall Street Journal e New York Times. Este romance ficou 4 semanas na lista de best-sellers do New York Times!


Moradora de Rhode Island, casada e mãe de um casal de filhos. Na sua bibliografia temos também: RoomHate, nº 2 do New York Times e  Bestseller nº 1 do Wall Street Journal, Cocky Bastard e Stuck-up Suit (co-escritos com Vi Keeland) mais 2 New York Times bestsellers , Sins of Sevin, My Skylar, Jake Undone, Jake Understood e Gemini. Mas ela ainda não é tão conhecida no Brasil, seus outros livros não foram sequer lançados por aqui (oficialmente). Então fiquem de olho!

Meu Querido Meio Irmão conta a história de 2 irmãos postiços, a mãe dela casa com o pai dele, que são obrigados a conviver na mesma casa durante alguns meses no último ano do High School. Por motivos que só ficam claros ao longo da trama, apesar do desejo que logo surge entre eles, essa relação será muito conturbada. 

Passados alguns meses ele irá embora por motivos alheios a sua vontade. Mas depois alguns anos, novos acontecimentos os colocarão juntos de novo no mesmo lugar. E aí, agora eles são adultos e tem suas próprias vidas, contudo nada será o mesmo. Além da história do casal existe todo um drama familiar de fundo que é igualmente interessante e surpreendente. E concordando com Elec: A VIDA DELE DAVA UM REALITY SHOW!

Leitura rápida, divertida e interessante, vale muito a pena! Amei! Espero que gostem da dica!
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário