Semana Especial dos Namorados | Romances Clichês: Amar ou enjoar?


 Oi gente apaixonada! Vamos para mais um dia papeando sobre o amor??? Para esse quarto dia, escolhi um assunto que tem tudo a ver com essa semana melosa! Afinal, quem nunca leu e se derreteu com aquele romance super fofo, onde tudo e todos estão contra o casal apaixonado e no final eles encontram o seu "felizes para sempre"? 

 Os romances clichês estão na história da humanidade há séculos e dificilmente você encontrará alguém que nunca tenha lido um livro ou assistido a um filme/desenho nessa temática, as princesas da Disney são um ótimo exemplo disso. Eu mesma, vivia suspirando em meios a essas histórias e fui uma adolescente viciada naqueles filmes com galãs lindossssss, que me faziam querer estar no lugar da mocinha! Hahahaha...

 Mesmo sendo um clássico na literatura e no cinema, há muitos que não gostam ou já declaram estar cansados dessas histórias clichês. Foi pensando nisso que convidei amigas e leitoras do Citação para dar seu depoimento sobre o tema. Vamos lá!

Romances Clichês: Amar ou enjoar?



 Eu particularmente amo, são na maioria histórias envolventes e leves. Sempre tem o mocinho atraente, aquela trama e logo um final que aquece nossos corações. Por ter momentos previsíveis não torna a história monótona. Depende do autor dá seu toque especial.





 Sou uma romântica incurável! Não tenho como enjoar. Leio um atrás do outro, amo! Já foi o tempo que lia o que "precisava" ler, hoje em dia só leio o que gosto, e os romances estão no topo da lista.  Quanto mais clichê melhor.  Acredito que se enjoassem, não venderiam tanto há anos. Gosto quando é romance gata e rato que brigam e terminam juntos, ou quando ele luta, mas se rende e corre atrás, ou quando erra e pede desculpas, ou quando os joelhos tremem, ou as borboletas reviram o estômago ... quer coisas mais clichês? E daí? Adoro! Tenho minha linda história de amor pessoal, mas gosto de carinho, de amor, de final feliz! Enjoar de amor, nunca!

 Não sei o que vocês consideram um romance clichê, mas na minha cabeça são aquelas histórias que você já viu um monte iguais, que logo nos primeiros capítulos você já sabe como vai acabar e que a cada passagem te faz lembrar outro romance!
 Eu amo romances clichês! Porque o que importa não é se a história é original, o que importa é o prazer que proporciona durante a jornada (sem trocadilho). Claro que tem algumas condições: o romance não pode ser totalmente óbvio em todos os diálogos, tem de ser bem escrito e os personagens tem de passar alguma verdade. Mas quando é um tipo de história que eu já amo, vou ler todas as vezes que algum escritor resolver dar a sua versão, e se for bom vou amar todas as vezes sem nunca enjoar.



 Depende da vibe. Na maioria das vezes eu amo demais. Mas tem horas que pode enjoar mesmo. Porque você já sabe como vai acabar. E, às vezes a história está tão boa que você torce por uma reviravolta que você já sabe que não vai ter.
 Leitor tem isso. Leitor é um bicho que gosta de se iludir. Eu não canso de ler Nicholas Sparks, achando que vai ter um livro que ele não vai me irritar ou me massacrar. Ainda não achei esse livro. Mas...  Vai que é o próximo?



Bom, eu adoro um romance clichê e quem me conhece sabe disso... nada mais gostoso que vc passar uma tarde lendo aquela história fofinha, onde os protagonistas tem tudo pra se odiarem, mas soltam faíscas quanto estão juntos (aquelas faíscas boas sabe? Rs), e mesmo eles lutando contra essa atração acabam se envolvendo e por fim percebem que ele é o ying e ela seu yang... 2 partes que se completam mesmo. São romances leves e envolventes que me fazem viajar pelas páginas... mas assim, mesmo sendo clichê no sentido de ter final feliz(tem que ter né?) gosto de histórias originais, onde o autor também passe uma mensagem, seja ela social, familiar, etc... Não enjoo desse estilo porque vou intercalando as leituras, um clichê, um drama leve, fantasia... Leio pra minha diversão e bem estar. Esse é meu hobby preferido! Quem nunca leu um romance super lindo e fofo e não se imaginou no lugar da protagonista e viver tudo aquilo ? Hem ? 


 Bom, convenhamos que a mulherada gosta mesmo dos romances clichês, né? Inclusive eu!!! Mas desde que seja no momento e dosagem certa! Tudo em demasia enjoa mesmo, né? A dica bacana é intercalar os romances com outros gêneros e pronto, acabou-se o enjoo! Hihihi...
  Mas e você, heim? Conta pra gente a sua opinião nos comentários! 


 Amanhã tem mais!



Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

16 comentários

Clique aqui para comentários
- fecprates
admin
09/06/2016 21:17 ×

Que post legal. Eu, particularmente, sou romântica por natureza, então é claro que um romance clichê é sempre bem vindo. Mas concordo que as vezes é bom intercalar as leituras com outros gêneros para não enjoar. De qualquer maneira, adorei as opiniões e me identifiquei bastante também.
Beijos, Fer

Responder
avatar
09/06/2016 22:18 ×

Eu estou com a Karla nessa, um romance estilo gata e rato é sempre gostoso e divertido de ler; mas infelizmente até desses eu acabo enjoando em algum momento, mas aí eu pego livros que me fazem esquecer de romances e então quando me curo eu pego o primeiro romance bobinho que eu vejo.
Como você disse: ''Tudo em demasia enjoa''
Bjos

Responder
avatar
10/06/2016 01:13 ×

Oi, Carol

Adorei a postagem! Eu sou super chegada em um clichê, mas concordo com a Damares, cabe ao autor colocar a cara dele na história, fazer uma inovação aqui, outra ali, pq também não é legal ficar lendo sempre a mesma coisa.
O amor é clichê, então como os romances não poderiam ser?
Intercalar é uma ótima pedida seja qual for o gênero. Ninguém quer ser um leitor de um genero só, né?

Adorei!

Beijos

Responder
avatar
Ivi Campos
admin
10/06/2016 10:46 ×

Eu curto o clichê quando ele é bem desenvolvido e a narrativa é fluida e inteligente. Detesto clichê quando vem naquela vibe de muitas cenas sensuais e trama fraca.
Adorei o post.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

Responder
avatar
Rillismo
admin
10/06/2016 11:05 ×

Olá

Sabe que eu adoro um bom clichê. É bato bom ler um livro sabendo que tudo vai dar certo no final, isso quando o clichê é bem aplicado. Adorei o post e Amanda as postagem da semana.

Everton equipe Rillismo

Responder
avatar
10/06/2016 11:30 ×

Romance clichê não é um estilo literário que me atrai, todavia não posso negar sua popularização com a divulgação de grandes títulos desde o séc. XIX até o início do séc. XX com o romancismo e a abrangência de poesias amorosas cujos autores morriam novos, pois, naquela época, depressão não era vista como doença! Dizendo em uma linguagem mais coloquial: a sofrência era moda!
Já li alguns romances clássicos que fugiram do padrão e foram um escândalo na época, entre eles posso citar Madame Bovary, de Gustave Flaubert, e os Trabalhadores do Mar, de Vitor Hugo. Ambos escritos no século retrasado!
Parabéns pela publicação! Filipe Penasso - Pena Pensante

Responder
avatar
Amanda
admin
10/06/2016 11:32 ×

Oi Carol, tudo bem?
Como você e as meninas mencionadas na postagem, também aprecio um bom romance clichê. Também fui daquelas crianças que assistia aos filmes da Disney e desejava trocar de lugar com a princesa, eu achava tudo tão mágico e incrível! Assistindo aos filmes hoje, também continuo a apreciá-los, mas sem o excesso de entusiasmo que eu tinha antes.
Concordo em você que nem sempre o leitor possa estar disposto a ler um romance clichê, é necessário que haja momentos adequados para isso. E realmente, tudo em excesso faz mal e cabe somente a nós controlarmos isso. Adorei o post!

Beijos! ♥

Responder
avatar
10/06/2016 13:31 ×

Olá!
Adorei a participação e opinião de todos! Eu particularmente, como a maioria, acredito eu, sou uma romântica incurável e amo clichês mesmo, quanto mais melhor. Adoro esses romances em que os personagens se odeiam e acabam se apaixonando perdidamente e assim por diante.
Beijos.

Responder
avatar
10/06/2016 17:38 ×

Olá Carol,
Que post legal *-*
Sou da mesma opinião que a Raquel. Depende do momento em que me encontro. Sempre associo a leitura de clichês àqueles momentos que estou cansada e nada me agrada, sabe? Tipo para sair de uma ressaca, sabe? Normalmente, curto muito esse tipo de leitura, mas evito as vezes rs.
Beijos ♥
Um Oceano de Histórias

Responder
avatar
Dryh Meira
admin
10/06/2016 21:24 ×

Oiee ^^
Eu adoro clichês, mas quando eles começam a enjoar, eu troco de gênero literário, aí depois eu volto...haha' aconteceu isso com os livros do Nicholas Sparks, que, depois de um tempo, me pareciam muito iguais. Ainda estou na pausa dos livros dele *-*
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Responder
avatar
Carol Mendes
admin
12/06/2016 15:23 ×

Adorei saber a opinião de cada uma sobre os clichês, hahah. Um post bem diferente do que estou acostumada.
Eu particularmente não ligo com clichês, até gosto, quando é bem escrito. Agora tem aqueles clichês que não são tão bem escritos e não cumpre o papel de te fazer suspirar.
Mas claro, eu prefiro aqueles que me surpreendem do início ao fim.
Ótimo post!

Virando Amor

Responder
avatar
13/06/2016 11:04 ×

Oi
Adorei o post.
Estou com a Raquel: Depende da vibe. Gosto de ler romances clichês de vez em quando, super açucarados e previsíveis. Não vejo problema nisso. Só não gosto de ficar sempre nesse tipo de leitura.
Acho que no fundo, todas amam um bom romance.
Adorei.
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Responder
avatar
13/06/2016 20:17 ×

Olá!!

Ahh haha que post legal!!
Adorei as leitoras participando!
Amar, amar e amar kkk Amo romance clichê, adoro aqueles bem sôfregos, cheio de tragedias e que por fim, se encontram e se amam para sempre! Acho q nunca vou enjoar disso! Romântica incurável!

Bjus
Blog Fundo Falso

Responder
avatar
14/06/2016 10:42 ×

Olá, como um dos meus gêneros favoritos são os clássicos, já tive a oportunidade de ler alguns romances clichês, porém, entre esses, os que me chamaram mais atenção foram aqueles que fugiram do padrão na época, ainda que escritos no século retrasado, como Madame Bovary e Os Trabalhadores do Mar.
Ambos foram escândalos para o período pós-revolução francesa (os dois autores eram franceses) e eu recomendo para àqueles que gostam de romances clichês, pois, pode-se dizer que foram o berço para a literatura romancista moderna!
Grande agraço, Filipe Penasso! =)

Responder
avatar
15/06/2016 15:16 ×

Olá, eu sou suspeita de falar pois ami um bom romance, claro que muito mel enjoa né, por isso que eu mesclo, quando leio um romance, eu vou la e leio depois um suspense, ou algo assim.. mas um bom romance água com açúcar deixa qualquer um apaixonado né?

Beijos

http://www.oteoremadaleitura.com/?m=1

Responder
avatar
15/06/2016 17:43 ×

Nossa, adorei muito a proposta desse post! Gostei muito de ver a opinião de várias pessoas diferentes!
Eu, particularmente, sou uma romântica incurável. Mas também sou uma leitora meio exigente, o que deixa tudo muito confuso haha. Adoro ler um romance e não ligo de ler vários seguidos. Meu único problema é que não pode ser amor a primeira vista e nem nada muito clichê demais (chega de todas as histórias iguais do Nicholas Sparks). Gosto de romances inteligentes, onde os dois realmente querem ficar juntos e vão batalhar por isso. O amor não é pra ser só alguém que você viu e curtiu, ele leva tempo e esforço para acontecer. Até por isso que ele vale tanto a pena :)
Beijos!

www.beyondbluedoors.com

Responder
avatar

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário