RESENHA | QUEM É VOCÊ, ALASCA?



Livro: Quem é você, Alasca?
Autor (a): John Green
Páginas: 228
Editora: Intrínseca
Classificação:     
SinopseMiles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras - e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o 'Grande Talvez'. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez.


Eu não sei nada a respeito de quem é John Green, nunca li uma entrevista dele e muito menos uma biografia, mas depois de ler alguns de seus livros, sinto como se o conhecesse muito bem. Não é difícil de imaginar um John adolescente, bem parecido com Miles, bonito o suficiente para as garotas acharem fofo, mas não para ser popular, bom aluno, bom menino e com uma queda por garotas problemáticas. Posso até visualizar ele fantasiando com a garota mais bonita da escola, fantasiando que ela não era somente a garota fútil, vazia, líder de torcida, mas que escondia uma menina cheia de ideias e emoções. Sonhando com "Alascas" Young!

Mas John não tem uma visão muito feliz da adolescência, tem? Pelo contrário, e acho que é isso que o faz tão amado e querido dos jovens, ele fala da dor de crescer, de amadurecer, das dúvidas, dos medos, dos erros e dos fracassos. Numa sociedade que enaltece os vitoriosos e ridiculariza os "loosers", ele escreve sobre eles, e nos mostra o quão relativo é essa noção de vitória e felicidade.


Para vocês terem uma ideia, já está em pré-produção a versão cinematográfica da história, então em 2017 devemos ver "Quem é você, Alasca?" nos cinemas, provavelmente mais um enorme sucesso como "A culpa é das estrelas" e "Cidades de Papel".  Ainda não temos um elenco definido, apenas muitos boatos e pedidos de fãs, mas assim que soubermos mais divulgaremos na página do blog no Facebook. Fiquem de olho!

Continuando, neste livro, John nos traz um garoto cheio de desejo de viver, de sair da sua zona de conforto e tentar uma perspectiva nova, ele quer conhecer gente nova, ir a novos lugares e talvez ser outra pessoa. Ele vai para um colégio interno, misto (não só de meninos), um lugar onde ninguém o conheça e ele possa recomeçar. Lá ele faz amigos, se apaixona, tem sua primeira namorada, todos muito diferentes dele, mas iguais por estarem fora do lado popular e riquinho da escola. Muito cigarro, álcool e conflitos juvenis os cercam, e uma tragédia marca a história de suas vidas.


Quem é você, Alasca? Nos conta a história de um menino aprendendo a ser homem, a andar com as próprias pernas e a superar as dificuldades. Uma lição que diz para seguir em frente, sem nunca desistir, ou melhor, que não vale a pena desistir. Como eu disse, fica fácil entender porque John Green é verdadeiramente idolatrado pelos jovens, não? Em especial por aqueles que temem não conseguir vencer, que temem nunca conseguir sair do "labirinto do sofrimento". E as diversas edições do livro estão aí para ninguém duvidar do sucesso.


Então por que eu não dei 5 corações? Eu entendo que jovens tendem a achar que seus problemas são piores do que os dos outros, e não falo isso como crítica, já que muitos adultos também são assim. Mas a juventude não é só o momento difícil de auto afirmação, dúvida e sofrimento. É também a fase da alegria inconsequente, das brincadeiras, do riso fácil, das aventuras imaginárias, dos amigos para sempre, do amor para sempre. Não que os personagens de John não se divirtam, mas a vida desses jovens é mais tediosa que divertida, é mais angústia que prazer, mais mágoa que esperança. E quando digo mais, quero dizer muito mais!


Se você é um jovem alegre, este livro provavelmente te deixará deprimido, mas se você está para baixo, provavelmente ele vai te alavancar para um mundo de esperança. Então, eu diria que depende muito de quem você é e de como você se relaciona com o mundo para saber se você vai amar ou odiar John Green. Mas com certeza ele sabe escrever, então se você nunca leu o John, escolha algo e prepare-se para voltar as suas maiores frustrações de adolescência. Talvez nessa viagem você se reconheça ou alguns de seus antigos colegas, ou talvez não, mas algo vai ficar com você.

Beijão galera! Semana que vem tem especial Jane Austen, não percam! 
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário