Semana Especial Jane Austen - Lady Susan e Love &Friendship



Sobre o filme
Título: Amor & Amizade
Data de lançamento (Brasil): 27 de outubro de 2016
Duração: 1h 32min
Direção: Whit Stillman
Elenco: Kate Beckinsale, Chloë Sevigny, Morfydd Clark, Xavier Samuel, Emma Greenwell
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Reino unido
Roteiro: Whit Stillman

Sobre o livro
Livro:
Lady Susan
Autor (a): Jane Austen
Páginas: 73
Editora: várias
Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥


Chegamos ao fim da Semana Especial Jane Austen! Para mim que sou fã de carteirinha dela, foi incrível pesquisar mais e escrever sobre ela. Escolhi para terminar a semana um post relacionado ao que virá dela ainda! Claro, que virá muito mais, mas vamos os próximo lançamento! Como já contei na biografia, Jane Austen começou a escrever muito cedo, ainda criança escrevia pequenas peças para entretenimento da família, na adolescência ela escreveu algumas muito boas, entre elas esta: Lady Susan ou Love & Friendship.

E eu vou dizer a vocês,Lady Susan é o cão! Para não falar nenhum palavrão! Eita mulherzinha!

Primeiro deixa eu contar para vocês , é um texto diferente, são cartas que narram a história de  Susan Vernon e daqueles que a cercam. Como se eles estivessem trocando mensagens no Whatsapp sobre os acontecimentos e conversando sobre o assunto, cada um dá sua versão e temos até o que poderíamos chamar de print! O leitor vai lendo a mensagem de um para outro e depois para outro, e se metendo no meio da fofoca! É o escrito de uma Jane Austen adolescente, totalmente sem filtro, sem papas na língua, criticando a sociedade e fazendo escárnio da hipocrisia sem pena! Então espere por uma Jane muito mais direta e uma Susan diabólica!

Lady Susan é uma jovem senhora que acabou de ficar viúva. Amante de uma vida confortável a qual não tem como bancar, e nada disposta a passar o resto da vida chorando pelo falecido (na verdade ela não chora nem um pouquinho), ela se envolve com um homem casado e rapidamente vê sua reputação desmoronar, então se retira para o interior onde fica hospedada na casa de seu cunhado. Só que sua concunhada a odeia, percebe quem ela é de verdade logo de princípio, e tenta a todo custo frustrar os planos ardilosos de Susan!

Mas não é só isso, antes de ir para a casa do irmão, não contente em tentar desfazer um casamento, Susan vê no jovem pretendente da irmã de seu amante um perfeito partido para casar com sua filha, e não pensa 2 vezes antes de flertar com ele, a fim de seduzi-lo, dando a entender que se este casar com a sua filha, poderão estar "próximos"!

Ignorando os planos de sua mãe de garantir a fortuna da família a casando com um jovem milionário, sua filha não pretende colaborar, muito pelo contrário, se apavora com a ideia do casamento forçado. Susan, que não demonstra qualquer carinho pela filha, no entanto, não tem o menor pudor em fazer da sua vida um enorme sacrifício para que ela comece a achar que se casar com quer que seja, uma opção melhor que continuar presa a vida que a mãe lhe dá.

Lady Susan não é a mocinha típica de Jane, ela é uma vilã como podemos notar, e ainda assim é a protagonista, o que dá uma ótica totalmente diferente de todas as obras de Jane, ela é fria, manipuladora, falsa, totalmente dissimulada, egoísta, mas é engraçadíssima em sua autoanálise. Você vai odiá-la, querer fazer picadinho dela, mas também vai amá-la um pouco e no final... rsrs

Já a filha, Frederica é uma jovem de 16 anos, tímida, relegada pela mãe, criada por empregados, sem qualquer esmero na formação, no entanto amante da leitura. Sua mãe a envia para um internato chic, só para se livrar dela. Mas apesar dos maus modos, ela é delicada, em nada se parece com a sua mãe. Ela foge da escola e também acaba indo parar na casa do tio criando situações bem inusitadas.


Já a concunhada, Catherine, é um doce de mulher, sensata, correta, apaixonada pelo marido e por sua família, digna e honrada, inteligente e perspicaz, mas incapaz de usar de meios escusos para derrotar Susan! E ela vai enlouquecer, pois enquanto a estada de Susan, seu irmão Reginald vai a visitar, e também acaba seduzido por ela.

É um livro tão curto, que com certeza vale a pena ser lido! E esta é a primeira adaptação de Lady Susan para o cinema, e foi muito bem recebida pela crítica nos EUA e Reino Unido.

Quando viva, Jane não tentou publicar esta história, acredita-se que foi por medo de represálias, então ela só foi publicada por seu sobrinho em 1871. Haviam suspeitas sobre a sua autoria, mesmo se reconhecendo o estilo, se achava que poderia ser uma obra inacabada e terminada por outra pessoa, mas hoje em dia sabe-se que o manuscrito realmente é de Jane Austen!

Um texto sem indiretas, Jane expõe os pensamentos de Susan sem piedade ou meias palavras, um escândalo para época, em parte, um escândalo hoje em dia. Um texto cheio de sarcasmo, ácido e crítico como só os jovens conseguem ser!

Assim encerramos a Semana Especial Jane Austen, espero que nestes 7 dias, tenha dado para conhecer uma pouco melhor essa mulher fantástica, entender seu jeito de pensar, saber um pouco sobre sua obra, e sobre o universo que cerca os seus fãs! Não importa se você é um leitor, ou se apenas assistiu alguma adaptação, ou se só ouviu alguém falar e ficou curioso, o que espero é ter demonstrado a importância até os dias de hoje e o quão atual ela é!

Aguardo ansiosamente o lançamento do filme sobre Lady Susan!

Beijo e até amanhã com a programação normal do blog!

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário