Resenha | Redenção em Uma Noite de Natal - Sumihara Martinez


Olá pessoal!!! Tudo bem?
É... mais um Natal chegando e é difícil não se envolver com esse clima de amor e harmonia que essa época nos traz, não é verdade? E o conto que vamos falar hoje, Redenção em Uma Noite de Natal, de Sumihara Martinez, é sobre uma bela história que se passa no Natal e nos mostra como esse dia pode ser cercado de muitas surpresas, alegrias e, até mesmo, muita magia. Basta querer acreditar...

Sinopse: Allyson é uma garota que passou por uma grande tragédia. Ela está ferida e desesperada. Bem na noite de Natal uma atitude impulsiva a faz conhecer Simon. Nesse encontro seus mundos se colidem e ela vai aprender com ele a recomeçar e buscar sua redenção, além de encontrar um novo amor.

Logo nas primeiras linhas, já percebemos o quanto Allyson é atormentada por fantasmas de uma tragédia acontecida há 6 meses. A tristeza e a culpa são companheiras dela e impedem que tenha uma vida mais ativa. Não aguentando mais tantas lembranças que a fazem sofrer, Allyson decide voltar no mesmo lugar do acidente e acabar de vez com todos os seus pesadelos. Ao chegar lá, não volta atrás com o que resolveu fazer mas é impedida por Simon, um rapaz que aparece repentinamente com seu cachorro e quem Allyson nunca poderia imaginar o quanto ele daria um novo rumo à sua vida.

Esse conto é muito lindo. De início você pode até pensar que não há nada mais clichê, mas conforme vai desenvolvendo a história, este conto vai nos lembrando que, mesmo nos momentos mais difíceis, naqueles momentos em que nos sentimos muito perdidos devemos acreditar que algo novo pode acontecer e nos tirar desse caminho de tristeza e desilusão. Há sempre uma esperança de que algo de bom vai acontecer. E, no caso de Redenção em uma noite de Natal, é Simon quem vai dar esse suspiro de uma nova e boa esperança a Allyson. É ele que mostra a ela que vale a pena viver e, assim, mudar o rumo da sua vida que antes, era sem sentido.
O maior milagre da vida é poder abrir os olhos todas as manhãs Allyson. Ela tem um mágico poder de recomeçar todos os dias, e mesmo que pareça que agora tudo é errado, que tudo está perdido, a vida sempre dá um jeito de ressurgir e renascer.
Este conto nos faz lembrar que todos nós somos dignos de uma segunda chance e que se mostrar disposto a mudar uma realidade ruim é o primeiro passo para que as coisas boas comecem a aparecer. E nós somos capazes de modificar e escolher viver da melhor maneira possível. Só depende de nós.

Sumihara Martinez desenvolve uma escrita bem fluida e consegue manter o leitor a todo momento na leitura. Gostei bastante da forma como ela escreve, simples e dinâmica. Encontrei um ou outro erros de digitação, falta de acentuação, mas não atrapalharam a leitura nem desenvolvimento da história. Avaliei com 4 corações pois achei que o envolvimento de Allyson com Simon aconteceu muito rápido. Acredito que poderia ter um desenvolvimento da relação que criaram de uma forma mais explorada, mais trabalhada. Mas, ao mesmo tempo, creio que tiraria a beleza de toda história acontecer na noite de Natal. Enfim, como disse anteriormente, é uma bela história que vale a pena ler e ter uma boa reflexão. 

Conheça um pouco a autora:
Sumihara Martinez é taurina do dia 30 de abril, nascida em São José do Rio Pardo no interior do estado de São Paulo. É mamãe do Gabriel e ama curtir seu lar com a família e assistir séries na tv.
Começou a escrever por acaso de tanto ler livros de romance e fantasia. Até um belo dia sua mente ser invadida por inúmeras historia e personagens que ela teve que colocar em forma de escrita. Atualmente sua obra publicada é o Livro A Fúria do Alfa, que em breve, será resenhado também.


É isso people! Fiquei muito contente com a leitura desse conto e, principalmente por ter falado dele aqui nessa época tão propícia. Espero que aproveitem que a Amazon está disponibilizando de graça até o dia 26 de dezembro e tenho uma deliciosa leitura. 

Link da Amazon AQUI

Adicione no Skoob AQUI

Pra finalizar esse post nada melhor que desejar a todos um ótimo Natal, que o espírito de Natal esteja presente em todos os dias da nossa vida. FELIZ NATAL PEOPLE!!!!

Grande bjo e até a próxima

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

22 comentários

Clique aqui para comentários
Faby Souza
admin
25/12/2016 14:05 ×

Olá, tudo bem?
Owmmm eu amo a época natalina, por isso ler historias e ver filmes com esse tema já virou tradição para mim. Amei a sua dica, me pareceu ser um conto lindo bem a cara do Natal. Beijos

Responder
avatar
25/12/2016 21:04 ×

Olá!
Gostei bastante desse conto! Acho que o problema não é se a história tem clichê ou não, e sim o modo como é contada, se uma história é bem contada não importa se ela traz o mais do mesmo, então, vou aproveitar essa dica!
Feliz Natal!!

Responder
avatar
Tony Ferr
admin
25/12/2016 23:28 ×

Olá!

Mais uma autora que estou conhecendo, por isso sempre é bom visitar blogs, porque acabamos conhecendo novos lançamentos e novos autores, além de outros blogueiros claro. Uma ótima resenha a sua, mas quanto a relação ser rápida, acho que depende de cada leitor e do próprio autor, o que ele realmente queria passar.
Anotado a dica.

Abraços

Responder
avatar
26/12/2016 00:33 ×

Eu ainda não conhecia o conto mas achei bem interessante e fiquei curiosa para poder conferir também, achei muito legal você falar sobre ele justo nessa época.

Responder
avatar
26/12/2016 12:39 ×

Ahhhh que coisa mais linda essa postagem gente! Eu adoro livros de natal, sempre me deixam encantada e apaixonada, parabéns pela sua resenha que ficou demais, dica super anotada.
Beijinhos

Responder
avatar
Samuel Ivani
admin
26/12/2016 13:58 ×

Nada se cria, tudo se transforma. Esse conto, me pareceu muito com o enredo de as ilusões perdidas, Honoré de Balzac. Boa resenha!

Responder
avatar
Vida Lida
admin
26/12/2016 16:08 ×

Oi Thais,
Primeiro parabéns pela resenha tão bem escrita!
Seu texto me fez ficar louco de vontade de ler o conto, já que é minha época favorita do ano! Obrigado pela indicação :D

Att,

Tiago Valente ( http://avidalida.blogspot.com )

Responder
avatar
26/12/2016 19:34 ×

Oi!
Ainda não conhecia esse conto, mas achei muito legal ele mostrar que sempre somos dignos de segundas chances, pois acho que a vida é resumida a isso, sabe? Ter segundas, terceiras e quartas chances.
Vou anotar a dica e espero me sentir contente por ler, como você se sentiu.
Beijos

Responder
avatar
27/12/2016 10:50 ×

Parabéns pela resenha, eu mesmo ainda estou terminando um conto de Natal que já queria muito tempo ler, mas nesses tempos de festas, quem disse que consigo terminar...rsrsrs
Parece ser bem uma otima historia, mas preferiria ler livro fisico.

Beijos

Viviana

Responder
avatar
27/12/2016 14:35 ×

Gostei muito de conhecer o livro.
Parece realmente uma boa história.

Boutique de Clichês

Responder
avatar
27/12/2016 23:19 ×

Olá, tudo bem Carolina?
Eu confesso que não conhecia a obra Redenção em uma Noite de Natal, também não conhecia a autora Sumihara, então é tudo novidade para mim. Achei interessante esse toque de sobrenatural, natal. Também curti o fato de a leitura ter sido dinâmica e bem fluida para você, parece que realmente você gostou bastante. Como vi hoje, perdi a oportunidade de baixar no 0800 esse conto!
Bjuss

Responder
avatar
27/12/2016 23:24 ×

Olá Thaís,
Eu nunca ouvi falar sobre o conto ou a autora,mas estórias de redenção e dá uma nova chance não só para o amor,mas para si mesma, sempre são histórias comoventes e todas elas se tornam mais especiais na época natalina!!

Parabéns pela resenha, um beijão!

www.facesemlivros.com

Responder
avatar
28/12/2016 00:33 ×

Oi, Thaís ^^
Preciso confessar: tenho um profundo sentimento de amor&ódio por contos, eles são curtos demais e quase sempre não me conecto aos personagens, fora que os eventos são mostrados tão corridamente que é difícil me convencer que a cena poderia acontecer na vida real, sabe. Encontros casuais é uma coisa mas desenvolver um romance a primeira vista forçada demais a barra do meu entendimento do que é real e fictício.
"Redenção Em Uma Noite de Natal" me parece fofo ao abordar uma personagem que sofreu um grande trauma, possivelmente de trânsito, e que encontra alguém no meio da rua que a tira dos pensamentos suicidas. Saber que o romance é mostrado muito rapidamente me decepciona mas entendo completamente o ritmo que a autora teve, não é fácil escrever um conto convincente e admiro os que conseguem.
Enfim, fico só agradecido por ser um nacional e por você tê-lo resenhado, Thaís. Esse tipo de divulgação é extremamente necessária para a nossa literatura nacional. ^^
Bjs

Responder
avatar
28/12/2016 14:03 ×

Olá, não conhecia a obra e achei bem bacana suas considerações sobre o enredo. Vou anotar a dica para uma futura leitura.

Abraços

Responder
avatar
29/12/2016 09:48 ×

Olá! Ah, eu amo contos natalinos! São ótimos para começar a refletir em várias coisas e aprender diversas lições. Quando tem uma pintada de romance na história, tudo parece ficar melhor ainda.
Gostei bastante da resenha do livro e coloco na minha lista de livros para o ano que vem. Abraços

Responder
avatar
29/12/2016 15:09 ×

oie que bacana ver esse conto, não conhecia e gostei da indicação pois nessa época também procuro livros com a temática natalina para ler. que pena os errinhos, creio que poderiam me incomodar um pouco, e creio que como você falou, o rápido envolvimento é consequência de se passar apenas na noite de natal.

Responder
avatar
30/12/2016 12:16 ×

Olá, apesar de realmente ser muito clichê, gostei da mensagem trazida neste conto, bem ao estilo espirito natalino, nos fazendo ter esperanças que tudo em algum momento pode melhorar e que sempre devemos crer nisso.

Responder
avatar
Amanda Mello
admin
31/12/2016 18:04 ×

Olá! ^^
Eu amo histórias que se passam na época de Natal, parece que são mágicas, não sei explicar, já fui logo anotando essa dica, até porquê mesmo que se passe no Natal é maravilhosos ler esses livros fora de época também, sempre me deixam com muita esperança!

Responder
avatar
02/01/2017 00:12 ×

Olá !!! Ainda não conhecia mas me pareceu interessante !!!
Gosto bastante dessa temática e ótimo você compartilhar !!!
Feliz 2017, bjoooooo

Responder
avatar
03/01/2017 13:29 ×

Olá!
Eu até gosto de contos, mas os de reflexão não fazem muito o meu gosto. Esse conto me lembrou de um filme (que no momento não lembro o nome), então me pareceu meio clichê, mas posso está errada. Que pena que eu perdi a promoção, eu teria lido, mesmo não me interessando tanto, afinal a gente pode se surpreender sempre na literatura.
Beijos,
Nay
Traveling Between Pages

Responder
avatar
04/01/2017 17:47 ×

Olá! Que legal o resenhado do dia ser nacional, fico muito feliz. Nunca li um livro natalino, exceto Annie (que se passa no natal, mas não o tem como centro da trama), e acho que não leria este. Tenho um serio problema com romances, não suporto mesmo fdmgndflgnfd Abraço!

Responder
avatar
13/01/2017 00:26 ×

Oie
Que legal! É um conto mesmo? Não sabia. Mas já tinha visto a capa. E CONCORDO, apesar de clichê parece ser bem desenvolvido. E, logo no natal... Uma época que refletimos tanto, que chegamos a ficar perdidos demais!
Beijos e sucesso

Responder
avatar

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário