Itazura na kiss



Oi pessoal, eu ando sempre vendo pela internet, entre os fãs de doramas, uma discussão que parece não ter fim, envolvendo uma história que começou como um mangá, virou anime e hoje já tem diversas versões em série, algumas das quais disponíveis na Netflix, Viki e DramaFever, vamos conversar sobre algumas delas: Mischievious Kiss (Love in Tokyo), Playful Kiss, It start with a kiss e Kiss Me.

Itazura Na Kiss conta a história de amor entre uma menina simplória (e o termo é esse mesmo) e um menino gênio incrivelmente lindo. Ele é um sucesso! Tudo que faz, faz bem! Ela é um desastre, totalmente enrolada, atrapalhada, sem concentração e nem sequer é bonita. Para piorar a situação, a família dele é rica e a dela pobre. Vendo friamente, é pura desgraça! #SQN



Como existem várias versões e em cada uma delas os protagonistas foram batizados com um nome, aqui para manter a referência vou usar os nomes do mangá. Kotoko, nossa protagonista, não pode ser chamada de uma menina comum, porque apesar de todas as suas dificuldades, ela é dotada de uma capacidade única de sonhar, de ter esperança, de fugir da realidade. Isso em vários momentos lhe traz problemas, mas também é o que vai seduzir nosso mocinho, Naoki.

Naoki por outro lado, é o cara que tem tudo, mas não é feliz. A tristeza do personagem é mais enfatizada em algumas versões do que em outras, mas só é possível entender a sua forma de agir se estivermos com isso em mente, ele é um cara triste! Por que se ele tem tudo e ainda é lindo? Porque ele não se sente motivado com nada, tudo é fácil, então ele se limita a ser um bom filho e bom aluno, ele cumpre seus deveres sem em nenhum momento questionar o porque e aonde isso está o levando. Naoki vê o futuro sem entusiasmo, como uma coisa previsível e sem graça, ele sabe o que o espera, claro que ele se sente mal, vazio, mas também não deixa de ser confortável, já que ele não tem medo de falhar.

Já Kotoko não pensa no futuro, a única coisa que ela pensa na vida é no garoto lindo da escola e na linda história de amor que fantasia ter com ele. Quem é ele? Naoki, claro! A história começa com ela entregando uma carta de amor para ele, mas ele que mal sabia da existência dela não dá nenhuma importância e ainda acaba humilhando ela perante toda a escola. Ela fica furiosa, decide tirar ele da cabeça, mas para azar dela (ou sorte), descobre após um acidente destruir a casa em que mora, que o pai dele é o melhor amigo do pai dela. E agora desabrigada, vai morar com seu pai na casa de Naoki. Pronto! A confusão tá armada! Forçados a conviver, Kotoko vai virar o mundo de Naoki de pernas pro ar, destruir suas certezas, acabar com tudo que ele dava como garantido em sua vida.

A polêmica vem de que Naoki não aceita isso muito facilmente, ele luta contra essa desordem, ele faz de tudo para manter as coisas como eram e não deixar Kotoko invadir a sua vida com o caos, mas passo a passo ela vai dominando o espaço, gerando nele novas emoções perturbadoras. Ele odeia isso, contudo também fica completamente fascinado por aquela menina que nunca pensa antes de agir, que nunca raciocina, que é movida só por emoção. Aquela menina que ele faz de tudo para afastar e mesmo assim continua louca por ele. Capaz de amar sem freio e sem proteção.

Ele trata ela muito mal, e ela simplesmente rasteja atrás dele, o que deixa as feministas loucas! Mas ele não é machista de fato, o comportamento dele em nenhum momento é associado ao gênero, o problema dele é com ELA. Já ela, o comportamento dela é de um romantismo extremamente antiquado, tudo que ela quer na vida é ficar ao lado dele, ela não tem qualquer plano, qualquer sonho que não seja ELE. Isso só vai mudar, ao longo da história com a influência dele e também com sua cobrança. Mas até chegar nesse ponto, muita gente se irrita com ela fazendo de tudo por ele e ele só dando patada, e quando ela cansa de apanhar e decide esquecer, ele vai lá e faz algo bem sedutor e irresistível que acende a esperança dela. É um morde/assopra de muitos episódios até ele realmente ter medo de perder ela de vez e se declarar.

Se você gosta de relações tipo gato e rato, joguinhos de sedução (inocentes) e uma história de amor bem romântica, escolha a sua versão e vá fundo!!! Porque é uma delicinha!!!



As versões:

Mischievious Kiss (Love in Tokyo) – versão japonesa, não é uma adaptação muito fiel do mangá, faltam as cenas mais sexys, se tornando uma versão bem levinha, porém conta direitinho a história. Nela, Naoki é mais sério! Pode-se dizer que é a 2ª versão mais amada pelos fãs! São 2 temporadas de 16 episódios com 50 min cada.
Playful Kiss – versão coreana, é a mais reduzida, então corta muita coisa na história, ao contrário da japonesa, escolheram uma narrativa mais sexy. De todas as versões, é onde fica mais clara a tristeza do protagonista e também o desejo despertado nele pela mocinha. Tem 1 temporada de 16 episódios com 1 hr de duração, mais 1 filme especial de cerca de 2hs contando a continuação da história. Além disso, existe um especial chamado O diário de Seung Jo (Naoki) que conta o que passava na cabeça dele enquanto os eventos aconteciam (honestamente, chato e desnecessário).
It start with a kiss – versão taiwanesa, é disparada a mais completa, nem teria como ser diferente, são 2 temporadas de 20 episódios cada e cada um com 1 hr e 10 min de duração. É a versão preferida dos fãs, as provocações são mais intensas, os beijos mais apaixonados e com certeza no que se refere a segunda parte da história, é o protagonista mais apaixonado!
Kiss Me – versão tailandesa, não tem qualquer preocupação em ser fiel com o original! Muda em tantos aspectos que chega a ser quase outra história. A começar pelo protagonista que já entra na história apaixonado! A mocinha também é bem diferente, menos insegura e limitada. Essa versão agrada a quem se irritava com Naoki sendo frio enquanto Kotoko corria atrás dele, porque nessa o casal faz suspirar os corações com uma química maravilhosa em cena. 1 temporada de 20 episódios de 45 min cada, aguardando uma possível 2ª temporada com a 2ª parte da história.



Sinceramente não me arrependo de ter visto nenhuma das versões, gostei de todas!


Beijos e até semana que vem!!!
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
29/03/2017 13:18 ×

Já assisti a versão coreana, mas a minha favorita mesmo é o anime! <3
Sério, já assisti umas 3 vezes haha

Responder
avatar
Val
admin
13/04/2017 14:02 ×

apesar de ser a mesma história, eu adoro ver o jeito que cada um conta. Até fico imaginando como seria uma versão brasileira, com certeza mais quente e talvez com umas trocas de tapas entre as meninas. kkkk

Responder
avatar

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário