Moral da História | Caixa de Pássaros



É absurdo. É um livro absurdo e maravilhoso. Bom, não tão absurdo se considerarmos uma série de fatores. Afinal, o desconhecido é possível. Mas este é um livro que precisa - leiam bem - precisa virar filme. E vai deixar "Guerra Mundial Z", assim como qualquer outro filme do gênero, no chinelo. Não, o livro não fala de guerras. O livro não fala de monstros, não coloca heróis e nem mesmo doenças. "Caixa de Pássaros" é um thriller tão intenso que tudo que se consegue pensar é sair de lá. Com Malorie, com as crianças. Com Tom, com Don, com Gary. Aliás, quem é Gary? É seguro deixá-lo entrar? Sair de lá e se proteger de algo que nem se faz ideia do que seja. E dá agonia, dá medo. Dá vontade de ler, mas faz roer as unhas. Quem, em sã consciência, imaginaria essa realidade? O que será que causa essas reações? E as mortes? O ar, a água, os animais? O homem? Existe alguém controlando tudo? Nunca li um livro tão bom. E não pelo gênero. Nunca li um livro em tão pouco tempo que fosse tão intenso. É impressionante como não se consegue desgrudar os olhos desse livro. Talvez "O Assassino do Cartão-Postal", mas este é bem policial também. Talvez, "O Assassinato da Freira Nua", que é incrível. Talvez, "O Caso dos Dez Negrinhos", que é clássico. Não sei, mas é fato: temos nas mãos um livro marcante. Leiam e digam o que acharam! <3
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário