Toque de Dorama | Amor e Casamento



Também conhecido por: 최고의 결혼, Choigoui Gyeolhon, The Greatest Wedding, The Best Wedding, Best Marriage, Love and Marriage, The Greatest Marriage e Best Wedding.
Gênero: comédia, romance, drama, família, melodrama
Tags: casamento, patriarcado, mãe solteira, custódia, casamento, direitos da mulher, tradição
País: Coreia do Sul
Número de episódios: 16
Exibição: 27 de setembro de 2014 – 27 de dezembro de 2014
Canal: TV Chosun
Duração do episódio: 1 hr.


Oi pessoal! Olha eu aqui de novo para falar de outro dorama. Amor e Casamento foi um dos primeiros doramas que assisti, graças a ele aprendi muita coisa sobre relacionamentos, família e legislação na Coreia do Sul. As coisas por lá funcionam de um jeito muito diferente do nosso, então é comum a gente ficar confuso. E depois que entendemos, também é comum a gente ficar chocado!rs
Tudo sobre a família coreana circula em torno do registro de família, é difícil até mesmo de explicar o que é esse registro, mas eu vou tentar. Na Coreia a sua família é a família do seu pai, se seus pais se separam, a sua guarda é do seu pai, e você deixa de ser família da sua mãe, porque o registro dela passa ser o da família que ela nasceu.

Se você for mulher, quando você casa, você sai do registro da sua família e passa a pertencer a família do marido. Então todos os costumes e festas familiares serão os da família do marido (na prática, você mal conseguirá ver a sua família de origem se casar com uma família tradicional). Se você ficar viúva e quiser casar de novo, seus filhos ficam com a família do pai, e você passa a ser da família do novo marido. Deu para entender?
Qual o desdobramento disso? Primeiro é que é muito difícil para mulheres com filhos se divorciarem e as que o fazem são muito mal vistas, inclusive pelos filhos porque elas aceitam abrir mão do parentesco com eles. Outro é que um filho nascido fora do casamento, se o pai registrar, o filho é dele e a mãe não tem qualquer direito sobre ele, pela lei o pai é família, a mãe não. Você precisa ter isso em mente para entender este dorama.
Hoje em dia, muita gente já não vive por essas regras e estabelecem acordos onde as mulheres conseguem mais direitos. Mas a lei ainda é essa!
Por que esse discurso todo? Porque é exatamente sobre isso que trata este dorama! Amor e casamento começa leve, como uma comédia romântica onde uma apresentadora de telejornal, Cha Ki Young (Park Shi Yeon), se envolve com o jovem filho do dono da emissora, Park Tae Yeon (No Min Woo). Ela bem que tenta fugir dele, mas o rapaz sabe contornar suas defesas. A aproximação deles é engraçada e fofa, e eles formam um casal lindo e apaixonado. Pena que tudo vai dar errado logo a seguir.

Atenção, alguns spoilers são necessários agora!
Agora você vai conhecer o lado conservador da família coreana tradicional, que logo vai se opor a união e fazer de tudo para separá-los. Armação aqui, uma rival ali, conflito de interesses envolvendo a carreira dela, e eles se afastam. Ele num rompante de ciúme e raiva sai com outra e a engravida, e acaba casando com essa outra mesmo contra sua vontade. Só depois de se comprometer a casar com a outra é que ele descobre que ela está também grávida dele. Ele tenta reverter a situação, mas ela não deixa. Não peguem um lencinho, peguem logo um lençol, porque ao menos eu chorei rios. Sério, meu marido ficou preocupado de tanto que eu chorava.
Paralelamente, temos Jo Eun Cha (Bae Soo Bin), um ex apresentador de telejornal, de caráter duvidoso, que largou a profissão para concorrer a prefeito mas perdeu, ávido em conseguir uma chance para voltar à telinha. Ele vê na condição de Cha Ki Young, uma chance de se aproveitar.  O que ele não sabia é que o destino tinha mais coisa reservada para ele e Cha Ki Young. A vida dos três personagens vão interagindo, numa trama que te faz amar e odiar todos eles. E com certeza te faz pensar que ser uma mulher coreana pode não ser nada legal!
Diga-se de passagem no Japão e na China a legislação é bem parecida.
Os personagens são bem construídos, pessoas com qualidades e defeitos, com seus medos e seus rompantes de coragem. Um dorama para te fazer pensar sobre carreira, filhos, casamento e preconceito, que com certeza vai te emocionar do início ao fim.

E vou dar uma forcinha para você não se assustar: o final é feliz! Rs
É uma pedrada, mas vale a pena assistir!

Beijo e até semana que vem!

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Querido leitor,

Seus comentários deixam o nosso cantinho ainda mais especial. Agradecemos muito a sua participação! Até o próximo post! ;)

Equipe do Citação
ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário